A Fome em Portugal


Antigamente o lema da Governação em Portugal era;  DEUS, PÁTRIA E FAMÍLIA.

Depois de 25 de Abril de 1974 acrescentou-se apenas uma letra: 

ADEUS PÁTRIA E FAMÍLIA! 



(A maioria destas crônicas surgiram mais por um mero acaso e/ou desafio directo de alguns leitores e correspondentes virtuais. Por isso a divulgação delas, aqui no meu espaço literário e tão só a partilha de alguns momentos de lazer. Talvez mais até do que própriamente pela inspiração ou vontade de escrever em forma de réplica ou eventual discussão literária , e por isso eu vos transcrevo  a cópia de algumas Mensagens que deram origem a estas crónicas!) Esta, por exemplo,  foi virtualmente assinada pelo então Emigrante Sr Sergio Teixeira/Suiça, caso contrário eu não a teria contestado! 



 – transcrição integral:



Enviada em: 08 de Janeiro de 2005, sábado 10:05 hrs

Assunto: FOME em PORTUGAL



Ola amigos



O sr Jose Aires nao deve ver noticiário Portugues, pois foram os próprios jornalistas Portugueses a denunciarem o tal embaixador que nao quis abandonar as suas ferias ,para se deslocar aonde devia até foi criticado por membros da assembleia da republica,logo no dia 27 e 28 de dezembro,transmitido pela sic , rtp e jornais.

o sr ministro dos afaires estrangieros ainda tentou minimizar ou esconder a coisa mas a comunicaçao social estava atenta. Como se diz, a importancia nao e de chegar em 1 ou 200 ou 300 mas a do sr embaixador deixa muito a desejar.

Aquilo que eu relato na minha missiva, sobre a ajuda aos Portugueses a passarem fome no nosso proprio pays nao e mentira se nao acredita va dar uma volta de norte a sul de Portugal e logo se apecevera da miseria que la vai.

Portugal sem Roca nem Rei.

Bastou-me 1 semana e meia (natal e fim de ano) para ver como vai o nosso Portugal .O problema dos retornados tambem tem muito que se lhe diga, nos que andamos na casa dos 50 vimos o que o Mario e outros fizeram apos o 25 abril.lembro-me quando estive em Angola Jonas

Sawimby disse a um general portugues numa reuniao secreta no Hotel

Luso(hoje Luena),em tres meses eu termino a guerra so quero ser Governador da zona Leste , o dito general respondeu ,, a guerre nao e para se ganhar e para se ir ganhando (lumbongo ,pepetas, argent, magot ,dinheiro ,pilim,) e pegaram no jonas levarao-no de helicoptro para a sua zona de combate, verdade se diga foram raras as vezes que tinha-mos contacto com as melicias da UNITA so por mero acaso pois eles evitavam o contacto com as tropas Portuguesas,o problema para Jonas era o MPLA .

Se voce conhece as estatisticas em Angola a maior parte do mortos que tivemos depois 1970 em 100% uns 90% foi em acidentes na estrada ou mesmo com armas nos quarteis, e depois o caixão chegava a Portugal com a menção de Morto em Combate, demagogia do governo de Salazar,da PIDE.

Nao escondam a verdade, pois mentir já chegou 40 anos em que nao se podia falar .
Assinado: Sergio Teixeira/Suiça

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O tempo é ouro! por isso eu agradeço a todos por dividirem o vosso aqui comigo. Sejam benvindos ao meu Blog da liberdade de brincar com as palavras em Português e outras línguas!

As Minhas Catramonzeladas Literárias

A conversar a gente se entende(?!)

De: Silvino Potêncio...  ® Os Gambuzinos (299)  Os Caminhos da Literatura “Luz & Tana” do Século (Vin-te.. buscar para irmos para ...