O LIVRO VERMELHO DOS CÁBULAS


Ainda na sequência do meu texto sobre a origem do meu Livro intitulado "Catramonzeladas Literárias" eu acrescento;  Quando eu tinha uns 21 anos de idade me ofereceram o "LIVRO VERMELHO DOS CÁBULAS".
 - Trata-se de um pequeno livro de bolso do Autor Jean Charles - Professor Francês - que reuniu ali em Antologia, as muitas e muitas respostas erradas de exames orais, ou de Alunos em prova escrita.
Daqui nasceram muitas piadas, firulas, sátiras e trocadilhos, alguns com alguma lógica e outros trechos são/eram apenas verdadeiras preciosidades - autênticas bombas e atentados à gramática e ao aprendizado geral de qualquer estudante.
Isto me serviu de inspiração e, de alguma forma, isto me incentivou para criar o meu esteriotipo literário que, ainda hoje eu entulho nas minhas "Fonéticas Catramonzeladas Literárias".

Daí que os Leitores ao lerem por ventura uma grande parte das Minhas Crônicas da Emigração, que eu vou divulgando aqui neste Blog devem considerar o contexto das citações nelas citadas como tema de abertura de cada uma de per si! 
Deixo-vos um exemplo: 




O vinho é a melhor bebida  do mundo cristão, desde que não seja "baptizado" ! ... Quando eu trabalhei como "taberneiro" alguns clientes pediam do branco porque o tinto, às vezes, era ungido com água!...   E por antologia de “juris consult” o vinho do  porto,  na verdade é dos transmontanos e alto-durienses, é dos durienses mirandeses, é dos imigrantes anglicanos, etc e tal, e coisa...
O vinho é a bebida preferida dos humanos, e por analogia dos baco-romanos mas sobretudo é a bebida preferida dos CATÓLICOS desde que não seja “baptizado” repito!!!...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O tempo é ouro! por isso eu agradeço a todos por dividirem o vosso aqui comigo. Sejam benvindos ao meu Blog da liberdade de brincar com as palavras em Português e outras línguas!

Catramonzeladas Literárias

Assim se fala, assim eu escrevo

Em homenagem póstuma à Saudosa Amiga Maria Fernanda Pinto eu vos trago aqui um texto em resposta a uma das últimas Cartas que ela me e...